domingo, 20 de maio de 2007

Mesmo você sim e eu não.

Não cabe a nós escolher o tempo em que viveremos.
E sim decidir o que fazer com o tempo que nos é dado.
[Galndalf]




Chove lá fora, como nos dias de Love of my life, mas sem aquele sentimento de perda. Cada pingo que encontra com a janela emite um som de esperança de uma manhã melhor. Saudades aterrorizantes rondam a atmosféra, o meu viver! Tudo que sinto parece diferente, mas é muito profundo e verdadeiro mesmo parecendo que não, ainda mais com o contraste que vem de você com seu explicito sim.


Tempo tempo, mano velho, falta um tanto ainda eu sei.

2 comentários:

Fabiane Colling disse...

ahá
agora dá de comentar no estranho mundo da jack!!! o//
uhuuuuul

deixa eu lembrar do discurso-comentário q estava na minha cabeça outro dia mas q não deu de escrever!!! auhauihia.. mentira!!

enfim, as saudades aterrorizantes realmente são as piores, poxaa!!!

eu tenho saudades aterrorizantes quase td dia!! (ó q vida triste)
mas é bom, sei lá.. enquanto há saudade há lembrança!! ;]

é liiindo!!!
amei o q tu escreveu!!! ^^

bjo, minha linda!!! =***

Su. disse...

Ah...Agora a gente pode comentar então...huahauauaha
Não é engraçado como temos sensações estranhas e diferentes nos dias de chuva?
Eu me sinto calma e pensativa, às vezes triste, mas quase nunca desesperada. Você, além disso, me pareceu otimista também...

"Tempo tempo, mano velho, falta um tanto ainda eu sei." Essa música é muito bonitinha!

Beijos Jack Tequila!