quarta-feira, 18 de julho de 2007

Pra mim

1º de Julho passou e parece que nada mudou.

Tudo é tão diferente, a lua cheia não nos ilumina mais. A felicidade plena imortalizada na fotografica somente ali se encontrará. A música outro sentido tomou, nosso caminho nunca mais cruzou...
Mas as malditas lembranças não vão embora. Os olhares, os carinhos, seu corpo, meu corpo.
As brigas que nunca aconteceram, os presentes que nunca trocamos, os filmes que não vimos.
A falta da sua conversa, sua cara quando me posicionava irredutível em minhas conviccções.
Seu carinho que fazia minha dor passar.
Seu conhecimento que me tormou uma pessoa melhor.
E como diz nossa canção, não basta um compromisso, vale mais um coração.
Meses se passaram, quem diria, anos... e quando te vejo, tudo que sinto é igual àquele 1º de julho, mas as ações são diferentes, porque já não vou em sua direção...
Sigo meu caminho, controlando minhas emoções e sempre desejando que sejas muito feliz, mesmo longe de mim.

Ninguém sabia e ninguém viu
Que eu estava a teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha
e não de quem quiser
Sou deus, tua deusa, meu amor...


3 comentários:

Thaís Fronczak disse...

não entendi mto bem o contexto, mas percebi que tem mto sentimento nesse texto...
;*

Su. disse...

Hum..O que acontceu num 1º de julho passado? Huahauhauha
Brincadeira...
Saudade, carinho, uma doce lembrança perto de coisas não feitas. São alguns dos sentimentos que identifiquei no texto...
Fiquei com saudades de algo, só de ler!
Beijão!

Tati disse...

Eu gosto tanto dessa música!


Eu gosto tanto de você!



;o***