terça-feira, 24 de junho de 2008

ISIDORO

NÃO SEI fazer poesias. De pés descalços sinto o mundo que não quero habitar. Caminho pela rua, tento pensar. Mas está lá, gritando, diante dos meus olhos, o seu desrespeito. O osso do animal envolto pela carne me agride. Jogado na calçada. Quem está lá também?! Quem te encomoda! O reflexo de nossas inatitudes nos encontra em cada esquina. Como lutar contra isso? Como ser forte em um mundo de covardes? Cada passo. Uma angustia. O que me torna tão especial?! NADA! Por dentro sou tão podre. Tão pior quanto o cheiro que eles exalam. Talvez, vê-los doa mais, talvez pensar assim seja uma forma de amezinar a responsabilidade que me cabe. Não há diferença entre os que os ignoram e a mim. Que penso sofrer tanto quanto eles, por os ver assim. O mais engraçado de tudo é que as pessoas acreditam em mim. Como se eu tivesse algo diferente dos demais. Me INDIGNO SIM diante dessas situações. Mas não sou Che. Não sou Teresa. Sou uma completa idiota que sofre calada. Vejo. Não faço. Questiono. Não culpo. Uns me perguntam nessa história toda: Onde está Deus?! Ele espera por alguém, da mesma maneira que nós! Às vezes, sinto que esperam por mim. Mas me sinto tão franca. Tantas coisas diante de nós e nem mesmo eu não faço nada.
De repente diante do colorido, ele prefere o preto e ainda assim de pés descalços, sente a fantasia que quer viver, além do frio consegue sorrir e fazer poesias com o balão no ar! E mais uma vez sou eu quem ganho mais. E vejo, que a diferença da vida não está no que se tem, muito menos naquilo que se é, mas sim nas escolhas que se faz diante dos poucos segundos que nos é dado, e ainda assim conquistar o mundo mesmo sem conseguir transformá-lo.

9 comentários:

aMaReLo disse...

Concordo que a vida é feita de escolhas. TODOS OS DIAS!
E honestamente acho ótimo.

E outra coisa, você é féra.

Um bejo.

michelito disse...

Escolhas... escolhas... escolhas...

Acho que a vida me ensina mta coisa sobre tomar decisões... entretanto... eu gostaria mto de aprender a "deixar as coisas rolarem"...

besitos...

=)

Insolúvel. disse...

Sim, Jack! O mundo está louco, e ninguém sabe o que fazer para acabar com essa loucura...A bagunça parece ser demais..
Talvez a saída seja mesmo a que vc colocou..saber escolher
Beijos, Jack!

(e não sei se roubaram minha inspiração, mas eu a perdi...huahuahuah)

. a-mah-rela. disse...

um amarelo alí encima! hahaha! :°

pois eh jaq, eu tomei duas até agora nesse ano, que nao sei se foram as melhores, mas que estao me fazendo um tanto que .. bem! mas as vezes arrependo-me de nao ter feito melhor, em vez de ter ignorado-as. enfim. escolhas.!

ameeeei demais tudo o que escreveu! e nao precisa ser poema pra tocar a alma. haha! ;* e eu amo muito mais vc tambem!

(L)

Tati disse...

não se cobre tanto! assim você não se permite descobrir o valor que você tem!

;o)

Cá. disse...

Jesus, quem te revoltou assim?

Escolher é uma merda! É tudo que posso dizer, rs.

Thais disse...

escolher é tão dificil, e olha q eu aidna tenho um que fica buzinando literalmente na minha orelha, " eu não posso decidir por vc!" rs
Não se cobre tanto, talvez o pouco q vc faz ja é suficiente, pra vc, não pra mmudar o mundo, mas pra vc!
;*

Forte-e-Intensa disse...

Porra! (perdão da palavra)
Em todo blog que entro hoje tem um pouco de mim. Mas sabe Jaque, eu sou muito pior que você nessa questão, pode perguntar pra Thais, logo a cima de mim! rs
mas concordo com ela..." não se cobre tanto, talvez o pouco que vc faz já é suficiente pra vc "
E isso já é meio caminho andando...e pra falar e real...quanto mais a gente se cobra com uma certa revolta, pior a escolha fica !
Tenha fé, respira fundo, conta até 1000 carneirinho, vem aqui em casa com as meninas comer um bolo e depois vc decide !Rsrs

Love you !

Mariel disse...

Lo que uno siente definitivamente es un secreto...