domingo, 26 de fevereiro de 2006

[x-calabresa sem tomate]



Ontem, saindo da reunião da PJ, a gente tava com muita fome, então decidimos comer na latinha na av. 3 e é claro descontrair um pouco, conversa gostosa com amigos, essas coisas. Até então tudo bem. Só que tinha um acéfalo lá que pegou seu Gol-geração-3-com-seu-puta-som-destorcido-e-sem-módulo, abriu o porta-malas e começou o batidão Fanque* a todo volume. Como uma pessoa dessas não tem noção que estávamos num lugar aberto e que nem todos eram obrigados a ouvir tais sons “musicais”? É lamentável que educação seja um luxo raro entre os homens (ser humano). Dae isso tudo desencadeou uma série de pensamentos na minha mente, e pra variar comecei a ver os motivos do nosso país ser tão pobre musicalmente. Relembrei o último VMB (09/2005). O que esperar de um país que elege Japinha, Pitty, Scandurra e Champingon como a banda dos sonhos?! Marcelo D2 agora é MPB e CPM e Pitty são os ícones do rock nacional. Autoramas ganha 3 prêmios. Sem contar que as bandas ditas “independentes” estão conquistando o seu espaço. Astronautas, Dead Fish, Ludov, Cachorro Grande...
As menininhas não idolatram mais Felipe Dylon, Wanessa Camargo, KLB. Não! A onda do momento é ser rebelde! Vamos escutar CPM 22, Evanescence, Dibob, Fresno... Mãs, como ninguém é de ferro, nos intervalos sempre tem o forrozinho com os amigos, ou aquela balada trance uhuuu!! (...)Cara, se alguém afirmasse que Tati Quebra Barraco é indie, adorada por uma grande parte dos roqueiros e um dos símbolos da juventude rebelde, intelectual e deslocada, vocês acreditariam?! Pois é, já fizeram isso. Interessante como te possuem sem que você ao menos perceba!
Não, e ainda querem dizer que eu reclamo demais, poxa eu só queria comer meu x-calabresa sem tomate em paz!

--
* E Fanque Carioca é totalmente diferente do FUNK que é um estilo musical consagrado por
James Brow, como diria meu amigo Jean, indignado junto comigo.

2 comentários:

Carol disse...

Concordo em gênero, número e grau com a sua indignação!. Principalmente a parte que fala sobre as atuais bandas nacionais. A propósito, vc viu que a Pitty apelou mais ainda? Até ela consegue falar com o chipinho da Claro. o.Õ Revoltante. Quando vc acha que as coisas estão melhorando volta tudo a mesma merda. E isso pq? Pq as pessoas acham que podem defender um ideal apelando pra coisas totalmente contraditórias! [aceito que o Bono faça todas aquelas campanhas, não é tão rocknroll mas pelo menos é algo bom. mas não tolero que pessoas que se dizem pertencentes a determinado estilo ajam de forma contrária às suas "crenças"!]. Se você diz ser ou pertencer a alguma tribo aja como tal! Sou totalmente contra ao ecleticismo [existe essa palavra? o.Õ] em excesso abusivo e mais ainda contra bandas independentes que de uma hora pra outra se tornam totalmente dependentes da mídia.

Vale lembrar: é por isso que gosto de Pearl Jam.

Sinta a minha ira! rs

Bjos, nice post!
;*

Obs. New picture on your about! ;)

Tati disse...

ahgsdhafdhad... ah, véio eu já cansei de me revoltar com essas coisas.... o LUXO e o LIXO andam quase de mão dadas, nessa terra.. quase nem dá prá diferenciar um do outro...

(e eu já lia seu blog faz tempo. ESCONDIDA. ahfdafhadhafdha... vou colocar um link dele no meu)

beijos...